Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em nome do Pai

Paternidade na ótica do utilizador.

Em nome do Pai

Paternidade na ótica do utilizador.

O suplício da prenda de dia da Mãe: no ano passado foi assim

Não lhe vamos dar flores porque não gosta de receber flores, porque é demasiado cliché, porque é falta de imaginação. 

Não gosta de chocolates, porque é demasiado cliché, porque é falta de imaginação.

 

Perguntei à Ana o que gostava de oferecer à mãe e construímos juntos uma espécie de cápsula de sobrevivência maternal dentro de uma moldura. Elevámos o desafio a níveis tão metafísicos que, quem olha para a moldura, fica a achar que aquilo não tem jeito nenhum. 

 

A mãe achou o mesmo. Olhou para a prenda com de desdém, vestiu o seu melhor sorriso amarelo e disse-me entre dentes:

 

"Ao menos umas flores ou uns chocolatinhos básicos, não?"

 

 

(Mas alguém compreende as mulheres?)

 

1 comentário

Comentar post