Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em nome do Pai

Paternidade na ótica do utilizador.

Em nome do Pai

Paternidade na ótica do utilizador.

Ser pai

rui.jpg

É acordar com beijinhos nos olhos. Deixá-la enfiar-se no meio de nós de madrugada sem dar por isso. Acordar cedo num feriado para ajudá-la a fazer panquecas. Ficar zombie no sofá o resto da manhã enquanto ela treina os movimento da K.C. agente secreta. Deixá-la escolher a roupa mais pirosa e que pior combina só para a fazer feliz. Comer sopa antes do conduto só para dar o exemplo. Ir até à Malveira e vê-la adormecer pelo vidro retrovisor. Andar a fazer imensas coisas com ela ao colo ferrada de sono. Acordá-la para, perto de Mafra, ela poder comer o seu pão quente com chouriço. Trocar a Smooth pelo CD do Inglês e ir todo o caminho a ouvi-la treinar o "accent". Parar para apanhar papoilas das bermas da estrada-Ter um porta chaves que é uma rolha de cortiça pintada por ela. E gostar. Saltar um gradeamento à socapa para roubar uma rosa só porque é a sua flor preferida. Mudar todos os planos do dia e a hora do banho e do jantar para ainda conseguir chegar a tempo do carrossel em Cascais não fechar. Vê-la a andar uma volta. Duas Três. Fechar os olhos e tentar gravar na memória a beleza daquele quadro, as gargalhadas da minha loirinha na parte do carrosssel que roda sem parar. Ir resgatá-la no fim das viagens só porque está completamente tonta. Ir ao Tchipepa comer gelado e ficar sempre com o resto da baunilha dela. Fazer-lhe a vontade e ir ao ALDI só porque agora lá existem carrinhos de compras para crianças (golpe baixo, ALDI, golpe baixo!). Andar a fazer racing atrás dela no ALDI. Chegar a casa e deixá-la inundar a casa de banho graças aos seus espumosos banhos de imersão. Ter alterado todos os nossos planos do feriado para sermos em coro felizes. Os três. Cheirá-la, ainda com cheiro a bebé, banho tomado, pijama de princesas escolhido, olhos azuis cor do céu. Já cansados, sentarmo-nos a fazer espetadas de queijo mozzarela e tomate cherry porque lhe apetece um jantar vegetariano. Deixá-la beijar-me o dedo porque me queixo de que me piquei ao apanhar a rosa. Vê-la encostar-se a nós, de mansinho, cafuné e senti-la adormecer o corpo. Pegar nela ao colo e levá-la até à sua cama. Em cima da mesinha de cabeceira um pequeno frasco de iogurte com água a servir de jarra à rosa. 

 

Mesmo exausto num feriado, ser pai é incrivelmente bom. 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.