Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Em nome do Pai

Paternidade na ótica do utilizador.

Em nome do Pai

Paternidade na ótica do utilizador.

Educar para a empatia

23.10.18 | Rui Brasil | comentar
  A empatia ou o “estar na pele da outra pessoa” deve ser trabalhado desde a mais tenra idade, a partir do momento em que a criança consegue perceber que não está no centro do mundo e que o outro que está ao seu lado é tão ou mais importante do que ela. E a (...)

Escola: um bem necessário

21.09.18 | Rui Brasil | ver comentários (1)
  "Coitadinhos: eles são tão pequeninos e já vão para a escola"" Só têm 6 anos! Obrigamo-nos a crescer tão depressa...""Agora entram na escola e só saem no mínimo daqui a 12 anos" Ouvi as três frases esta semana a propósito da entrada da minha filha no (...)

Educamos pelo exemplo?

04.06.18 | Rui Brasil | comentar
A nova revista "Pais" traz uma lufada de ar fresco não só à leitura mas à discussão sobre educação em Portugal: imperativa a sua compra!  As crianças são novas no Mundo e deparam-se com uma série de desafios para os quais o papel de questionamento, apoio na (...)

Let's talk about sex, baby?!

27.05.18 | Rui Brasil | ver comentários (1)
Cá casa regemo-nos por um princípio do qual não abrimos mão: nunca (sob que pretexto algum) mentimos à Ana. Isto aplica-se a tudo, se ela pergunta se a "pica" da vacina vai doer, nós dizemos que sim e que no fim a reconfortaremos. Se no início do ano lectivo nos (...)

Movimento Escola Moderna trocado por miúdos

03.05.18 | Rui Brasil | comentar
“O Movimento da Escola Moderna (MEM) é uma Associação Pedagógica de Professores e de outros Profissionais da Educação, criado nos anos 60, cujo fundador é o pedagogo Sérgio Niza.Constituído por mais de dois mil profissionais empenhados na integração dos (...)

Como criar um filho feminista

11.04.18 | Rui Brasil | comentar
"Isto é a velha história que algumas cabeças duras não querem compreender: o feminismo liberta toda a gente, homens e mulheres, ao destruir os padrões e estereótipos de género. Se usassem a cabecinha, os homens perceberiam que o feminismo não é uma ameaça, mas uma (...)